04 – Três por Quatro

Paulo Barroso e Miguel dos Santos
BXPA11400018

tenho você em meu quarto

e apesar deste fato

posso apenas tocar seu rosto

um rosto miúdo, insensível, gelado!

… e até eu havia pensado

que, quando fosse possível

nos isolarmos do mundo

e ficarmos fechados num quarto

a gente ia se amar pra valer

pra se arrebentar!

mas tudo?… nada!

nós dois estamos intactos…

(1) eu vou deixar você de lado

deitado no assoalho

e vou ficar acordada, olhando

e amanhã levo você embora

embora eu tivesse jurado

jurado comigo mesma

que somente iria

lhe desejar o bem

está bem!

não precisa ficar me olhando

com esses olhos parados

vamos fazer um trato:

eu deito e viro de um lado

e você do outro

devemos ser bastante sensatos (2)

para esquecer

que a gente ia se amar pra valer

pra se arrebentar!

mas tudo?… nada!

nós dois estamos intactos…

volta de (1) a (2)

… para esquecer tudo

pois, no fundo

eu não passo de uma grande tola

e você de um simples retrato

três por quatro

vozDeise Capelozza

violãoPaulo Barroso

piano e cordas MidiJoão Bittencourt

baixo acústico MidiPaulo Barroso*

*(sobre arranjo baixolão – Celso Henrique)